Comprar produtos importados pode ser bastante vantajoso, afinal, os preços dos artigos de qualidade no Brasil são exorbitantes. Não há muitos mistérios para se fazer essa operação, basta planejamento, atenção e alguns cuidados para não perder as vantagens desse tipo de compra.

Quer aprender como importar produtos para revender sem sair de casa?

Continue lendo este post com várias dicas para que você realize essa operação sem grandes preocupações! Confira!

VIDEOAULA

IMPORTANDO COMO UM EXPERT

Como usar redirecionador de encomendas passo a passo

Aprenda a ter um endereço nos Estados Unidos para receber suas compras de sites americanos e redirecionar para sua casa.

Preencha os dados abaixo para acessar a videoaula

ASSISTA À AULA GRATUITA AGORA

Tenha um cartão de crédito internacional

Para fazer compras em sites dos EUA, você precisará contar com um cartão de crédito internacional, solicitando um com seu banco ou outra financeira.

No entanto, é possível obter um cartão de crédito pré-pago, que você pode recarregar — via boleto — com o valor que deseja comprar.

Inscreva-se agora e descubra os segredos de como lucrar comprando no exterior!

Pesquise sites seguros

Evite comprar em lojas virtuais que não tenham credibilidade, e, de preferência, opte por marcas e lojas famosas, pois eles são garantia de qualidade e responsabilidade. Caso não conheça sites confiáveis, peça recomendações de conhecidos ou mesmo em grupos na internet.

Sites como Ebay, por exemplo, são espécies de mercados em que há lojas de várias pessoas vendendo para outras. Logo, eles merecem um cuidado redobrado, pois podem existir indivíduos de má-fé tentando aplicar golpes.

Fique atento às taxas

Todos os produtos importados acima de US$ 50 estão sujeitos à taxa de importação alfandegária. Esse valor é de 60% sobre o preço do produto incluindo o frete, o que não tira a economia da importação.

Existem produtos isentos dessa taxa. São eles: jornais, livros e remédios acompanhados de receita médica, desde que sejam aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Venha fazer parte do nosso grupo no Facebook e troque experiências com os colegas importadores: a união faz a força!

Outros impostos cobrados são o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que é cobrado diretamente no seu cartão de crédito, e o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que é um imposto estadual incidente sobre as compras acima de US$ 500 e varia em cerca de 18%, dependendo do estado brasileiro.

>> Leia mais: Os 7 segredos para não ser taxado na importação <<

Use um mascarador de IP

Algumas lojas dos Estados Unidos, ao detectar que a origem da sua conexão vem do Brasil, automaticamente aumentam os preços para quem deseja comprar produtos importados.

Isso é percebido pelos sites por meio da detecção do IP (Internet Protocol), que funciona como um endereço para seu computador e revela sua localização.

Um exemplo de site que requer essa técnica é o da Aeropostale, uma das marcas de roupas americanas que mais fazem sucesso no Brasil.

Por isso, às vezes é interessante usar um programa que mascara seu IP e informa que ele provém dos EUA, assim você pode comprar com os mesmos preços que os residentes de lá e ter a vantagem desejada.

Vale lembrar que essa não é uma prática ilegal e existem diversos programas e extensões para navegadores que fazem esse serviço, como a extensão Hola para Google Chrome. Saiba mais aqui.

Compre online em lojas dos Estados Unidos e receba em sua casa.

Conte com uma empresa de redirecionamento de encomendas

Se a loja que você deseja comprar não envia para o Brasil, ou você quiser economizar no frete, existe a opção de usar o serviço de um redirecionador de produtos.

Eles mantêm um armazém nos EUA e reenviam as compras para seu endereço por uma pequena taxa e modalidades de envio mais em conta.

Ainda é possível consolidar tudo em um único pacote — ou seja, agrupar todos os seus produtos em um só envio —, economizando ainda mais no valor do frete.

Essas empresas, como a QueriaTanto.com, são sérias e mandam fotos e medidas dos seus produtos, para evitar frustrações.

Também é possível usar a compra assistida, na qual você apenas envia as especificações do produto e, após o pagamento, a empresa adquire e manda para você. Tudo muito prático.

Se você deseja ganhar uma renda extra, comprar produtos importados para revender é uma ótima opção, independente de ter um estabelecimento físico ou revender em uma loja online.

Se você deseja se tornar um importador de sucesso, assine nossa newsletter e receba outras dicas e informações como estas diretamente no seu e-mail.