Comprar do exterior é uma atividade muito realizada por empreendedores e consumidores brasileiros. Em sites como Aliexpress, Ebay e Amazon, é possível encontrar itens e produtos muito mais baratos do que no mercado brasileiro. O desafio fica em não ser taxado na importação.

Isso porque há chances de o produto ser tributado quando chegar à alfândega e, muitas vezes, a tributação acaba fazendo com que aquela compra não seja tão vantajosa. Em muitos casos, os impostos representam um grande prejuízo para o importador.

A boa notícia é que é possível diminuir os riscos de ser taxado com uma série de estratégias práticas. Quer saber como? Confira as nossas dicas a seguir!

EBOOK

COMO IMPORTAR PRODUTOS

EM 3 PASSOS SIMPLES

Descubra, em apenas 3 passos, como importar produtos dos Estados Unidos e economizar até 80% em relação aos preços no Brasil.

ebook grátis Como importar produtos em 3 passos simples

DOWNLOAD GRATUITO

Como calcular o valor médio de importação?

Antes de te contarmos todas as melhores dicas e estratégias para não ser taxado na importação, você precisa conhecer a fundo todas as taxas de importação que existem e que podem ser cobradas de você. Conhecendo os seus direitos, fica mais fácil reivindicá-los e combater possíveis erros, além de desenvolver estratégias que podem ajudar você a evitar as temidas taxações desnecessárias na alfândega.

Inscreva-se agora e descubra os segredos de como lucrar comprando no exterior!

Imposto de importação

O imposto de importação é a taxa que a Receita Federal cobra do comprador assim que o produto chega ao Brasil e passa pela fiscalização da alfândega. As mercadorias são analisadas e, após a vistoria, é definido se é necessário ser paga a taxa e qual valor ela terá.

Assim que esse processo ocorre, uma notificação é enviada ao comprador via internet ou correio, e ele deverá efetuar o pagamento da taxa para receber a sua mercadoria. Haverá casos em que produtos que deveriam ser taxados não o são, assim como aqueles que têm requisitos para passarem sem serem taxados e acabam sendo: portanto, nada é 100% previsível.

Valor do imposto de importação

O valor do imposto de importação é de 60% do preço do produto, acrescido das taxas de frete e seguro, convertido em reais. Portanto, é necessário que você some todos esses valores e os converta para a cifra brasileira para calcular esse imposto.

Exemplo: se você adquire um produto eletrônico no valor de US$200,00 e os valores de frete e seguro são de US$50,00 e US$20,00, respectivamente, temos um valor total de US$270,00. Considerando uma cotação do dólar americano de R$3,80, teremos, após a conversão, o valor de R$1.026,00. 60% desse valor equivale a R$615,60. Portanto, o preço total que você pagará pelo produto será de R$1.641,60.

Venha fazer parte do nosso grupo no Facebook e troque experiências com os colegas importadores: a união faz a força!

Outras taxas

Se você mora em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, você também será taxado pelo ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços): trata-se de um imposto que incide sobre a importação de qualquer mercadoria por pessoa física ou jurídica e sua alíquota depende do estado para o qual seu produto for enviado: cada um tem uma taxação diferente.

A alíquota gira em torno de 17%, então, ao valor da soma que calculamos no item acima, calcularíamos 17% do montante e acrescentaríamos a ele, o que encarece bastante a compra do eletrônico. Por fim, se você foi taxado, terá que pagar, também, o valor de R$15,00 que se refere ao Despacho Postal dos Correios.

Como diminuir o custo de importação?

É muita coisa, não é mesmo? Mas não desanime! Agora é hora de te contarmos as dicas para evitar todas essas taxas e adquirir produtos pelo melhor custo-benefício, garantindo uma taxa de lucro maior nas suas revendas!

1. Dê atenção ao tamanho e peso do pacote

Quanto mais pesado e volumoso for o pacote, maiores serão as chances do produto ser taxado na alfândega. Um pacote muito grande dá a entender que a mercadoria que está ali dentro é valiosa, aumentando as chances do produto importado ser tributado. A dica para não ser taxado é pedir ao redirecionador de suas encomendas para que os produtos sejam enviados sem as embalagens originais para que as caixas fiquem menores, da forma mais compacta possível, para evitar chamar a atenção na alfândega.

Compre online em lojas dos Estados Unidos e receba em sua casa.

No entanto, isso não quer dizer que valha mais a pena fazer envios pequenos, ou seja, enviar caixas com poucas mercadorias, ou itens de pequeno valor. É que dessa forma o frete dos EUA não seria vantajoso, afinal ele custaria praticamente o mesmo valor dos produtos. Na verdade, a melhor estratégia é sempre enviar mais produtos em cada caixa, para fazer melhor proveito do preço pago pelo frete, independente do produto ser tributado.

2. Escolha sempre os fretes mais baratos e demorados

Fretes baratos, por mais que sejam demorados, são as melhores opções para fugir dos impostos relacionados à importação. Serviços de fretes como First Class e Priority Mail têm as melhores chances de não serem taxados. Por outro lado, evite os fretes Express, pois eles sempre são taxados.

Portanto, pesquise bastante e escolha a opção que será mais vantajosa financeiramente para você e seu negócio. Mesmo que os produtos demorem mais tempo para chegar, você estará evitando ser taxado e as vantagens lucrativas com a revenda do produto serão maiores.

*DICA SECRETA!

Existe um jeito de importar com taxas menores do que o normal! Esse é um segredo que poucos importadores conhecem, mas que é capaz de economizar até metade da taxa cobrada na alfândega, em alguns casos. Você gostaria de saber qual é?

Ok… a gente libera esse segredo para você, mas com uma condição: basta curtir a nossa página no Facebook! Clique no botão a seguir, e a dica vai aparecer logo abaixo:

3. Peça para remover caixas com logos de empresas famosas

Assim como grandes e pesadas caixas, aquelas que possuem as logos de marcas famosas chamam bastante a atenção, aumentando as chances de serem tributadas. Ao comprar um produto, peça para que ele seja enviado em uma caixa simples, sem logotipos. Converse com o redirecionador e solicite o serviço de reembalagem: é simples e você pode escapar de ser taxado.

4. Compre em datas com grandes volumes de compras

Comprar em datas comemorativas é uma estratégia muito utilizada por importadores. Como, nesses períodos, o fluxo de mercadorias é grande, as chances de suas compras serem taxadas diminuem bastante. Imagine a quantidade de pessoas que estará comprando produtos em datas pontuais, como Black Friday, Natal e assim por diante? Com tantos produtos indo e vindo, fica mais fácil de a sua mercadoria passar despercebida e você não ser taxado na importação.

5. Adicione uma descrição genérica na declaração alfandegária

No momento de preencher a descrição do produto para a alfândega, coloque uma apresentação genérica da mercadoria. A dica é preencher em inglês, utilizando termos simples. Ao importar um videogame, por exemplo, não coloque “PlayStation 4” e sim apenas “videogame” e assim por diante. Faça isso com todos os tipos de mercadoria para evitar chamar a atenção para os seus produtos e não ser taxado.

6. Tente não gastar mais do que 50 dólares

Todas as compras cujo valor total alcance a casa dos 50 dólares americanos não serão taxadas. Compras de até 100 dólares, entretanto, geralmente são taxadas, apesar de haver um decreto-lei que estabelece a não taxação dessas compras.

Porém, nós sabemos que, se você é um empreendedor ou deseja começar um novo negócio de revenda, com certeza vai gastar mais de 50 dólares em suas compras. Uma boa opção para evitar ser taxado é fracionar suas compras para que elas não ultrapassem o valor limite, assim, as chances de você ser taxado diminuem significativamente.

No entanto, como foi dito anteriormente, fracionando suas compras dessa forma pode ser que o frete não seja tão vantajoso, se você fizer um cálculo do rateio.

Porém, existe uma outra estratégia para realizar essas grandes compras e evitar ser taxado, além de diminuir bastante o valor do frete a ser pago pela importação: a explicação está no item a seguir!

7. Utilize um serviço de redirecionamento de encomendas para não ser taxado

Esse tipo de serviço está cada vez mais sendo utilizado por aqui. Basicamente, você dispõe um endereço para receber encomendas em uma cidade dos Estados Unidos e realiza a compra em sua loja predileta.

Nesse momento, você deverá utilizar o endereço recebido ao se cadastrar no serviço. Quando o produto chegar ao armazém redirecionador, poderá ser embalado em uma caixa menor e mais discreta, e assim será enviado para o Brasil com menores chances de ser taxado.

Para se cadastrar no redirecionador QueriaTanto.com e receber seu endereço de entrega nos Estados Unidos, clique aqui.

Seguindo essas dicas, você terá muito mais chance de não ser taxado na importação. Contudo, é importante prestar atenção em todos os detalhes e não abusar dessas técnicas, além de tomar cuidado com as compras pela internet.

Quer saber mais informações e dicas relevantes para aumentar o sucesso das suas importações, evitando ser taxado, e potencializar o seu negócio? Siga nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as novidades! Até lá!