Um dos maiores desafios de quem trabalha com revenda de produtos é a organização financeira. O problema é que sem um bom controle dos gastos e receitas fica difícil saber se o negócio vai bem ou não.

Além disso, a desorganização atrapalha a vida pessoal e impede que o empreendimento cresça e se sustente por muito tempo.

Pensando nisso, reunimos neste post uma série de dicas para que você organize melhor as finanças, algo indispensável para manter um bom padrão de vida pessoal e profissional. Confira e comece a aplicá-las hoje mesmo.

EBOOK

COMO IMPORTAR PRODUTOS

EM 3 PASSOS SIMPLES

Descubra, em apenas 3 passos, como importar produtos dos Estados Unidos e economizar até 80% em relação aos preços no Brasil.

ebook grátis Como importar produtos em 3 passos simples

DOWNLOAD GRATUITO

1. Faça uma projeção de receitas e gastos

A primeira coisa a ser feita para que o planejamento financeiro seja eficaz é conhecer bem a situação atual. Por isso, comece listando todas as suas despesas, sempre separando entre gastos fixos e variáveis. Desse jeito, será possível visualizar o mínimo que você precisa ganhar para cobrir as contas do mês, além de verificar aquilo que pode ser cortado ou reduzido sem grandes impactos.

Provavelmente você se surpreenderá com a quantidade de dinheiro que gasta em certos itens. Se você está em uma situação financeira mais apertada ou tem projetos de longo prazo, é bom reavaliar as compras com cartões de crédito, por exemplo.

Inscreva-se agora e descubra os segredos de como lucrar comprando no exterior!

2. Separe despesas pessoais e profissionais

Misturar os gastos pessoais e profissionais costuma ser o principal erro de quem resolve trabalhar com revenda de produtos. Jamais use dinheiro do seu negócio para pagar contas pessoais.

Em vez disso, defina previamente o pró-labore, ou seja, a sua remuneração pelo trabalho realizado. O restante da renda gerada deve ser usada primeiramente para pagar fornecedores e manter o negócio funcionando.

3. Invista parte dos lucros

Se você tem a intenção de expandir os negócios a longo prazo, tenha em mente que é essencial destinar parte dos lucros a essa finalidade. Isso pode ser feito de diversas formas, como aumentando a variedade de produtos ou investindo na melhoria do ponto de venda. Outra estratégia interessante é apostando na divulgação do seu trabalho.

Venha fazer parte do nosso grupo no Facebook e troque experiências com os colegas importadores: a união faz a força!

4. Crie uma reserva de emergência

É sempre bom estar preparado para imprevistos, por isso, dedique parte do seu dinheiro a uma reserva para emergências. O ideal é que o valor da reserva seja suficiente para pagar suas despesas por, pelo menos, três meses. Fazer isso demanda uma boa dose de disciplina, mas o importante é ter consciência de que esse dinheiro pode ser sua salvação quando algo der errado.

O processo para formar a reserva é bastante longo, mas certamente trará mais segurança para seu negócio, evitando a necessidade de empréstimos em momentos de crise. Evidentemente, o mesmo método pode e deve ser aplicado na sua vida pessoal.

Compre online em lojas dos Estados Unidos e receba em sua casa.

5. Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia está aí para facilitar nossas vidas, não havendo a necessidade de ficar dependente de caderninhos e anotações que podem se perder de uma hora para outra. Provavelmente, você deve andar com o Smartphone no bolso o tempo todo, certo? Então, é uma boa ideia utilizar aplicativos específicos ou planilhas para controlar as finanças.

Independente de seu negócio de revenda funcionar através de uma loja virtual ou de um estabelecimento físico, essas dicas irão te ajudar.

E aí, gostou das nossas dicas de organização financeira? Então, compartilhe este conteúdo com seus amigos nas redes sociais e ajude a espalhar o conhecimento.