O que posso revender no Brasil? Comprar produtos para revenda é um nicho bastante lucrativo, além de uma ótima alternativa para aqueles que desejam iniciar o seu próprio negócio ou conseguir uma renda extra.

Isso porque a procura por artigos importados, com preço justo e de qualidade — que vão desde eletrônicos até cosméticosroupas e sapatos — é muito comum no Brasil, já que, muitas vezes, esses itens costumam ser vendidos exclusivamente no mercado internacional ou chegam no país com valores exorbitantes.

Mesmo sabendo que essa é uma área de atuação rentável, é preciso conhecer as mercadorias certas para que o empreendimento seja bem-sucedido. Com as informações certas, você pode começar a importar produtos dos Estados Unidos e economizar até 80% em relação aos preços praticados no Brasil.

EBOOK

COMO IMPORTAR PRODUTOS

EM 3 PASSOS SIMPLES

Descubra, em apenas 3 passos, como importar produtos dos Estados Unidos e economizar até 80% em relação aos preços no Brasil.

ebook grátis Como importar produtos em 3 passos simples

DOWNLOAD GRATUITO

Neste artigo reunimos tudo o que você precisa saber sobre a revenda de produtos importados. Continue a leitura para tirar todas as suas dúvidas sobre o tema e ainda obter dicas imperdíveis!

Saiba se é um negócio lucrativo

Produtos internacionais são supervalorizados no Brasil e, por isso, muitas lojas acabam cobrando preços elevadíssimos. Ainda que você coloque uma boa margem de lucro sobre o que comprar, é possível oferecer aos consumidores um preço um pouco mais baixo que as lojas físicas, como shoppings, que têm custos fixos de aluguel, funcionários etc.

Alguns empreendedores conseguem obter margens de lucro acima de 100%, recuperando o valor investido, obtendo dinheiro para mais investimento e sobrando um bom valor para si. Ou seja, se você souber precificar bem o produto e aliar isso a custos reduzidos de venda, seu negócio será extremamente lucrativo!

Inscreva-se agora e descubra os segredos de como lucrar comprando no exterior!

Dica: priorize compras com cartões de crédito pré-pagos! Eles são uma ótima forma de saber exatamente quanto pagar no valor do câmbio, pois tal tipo de cartão já debita do saldo existente o valor da moeda no dia da compra, enquanto cartões de crédito normais usam a taxa de câmbio do dia do fechamento da conta, fazendo com que você não tenha uma noção exata do quanto pagará pelo produto.

Avalie o melhor canal de venda para os produtos

Ainda está em dúvida sobre o melhor lugar para começar a vender seus produtos? Uma ótima forma é a venda online.

O motivo? Bem, você economiza com alguns custos fixos como aluguel, vendedores, estoque, entre outros. Além disso, hoje, de acordo com dados do E-commerce Brasil, 75% dos jovens compram em lojas virtuais, o que mostra sua preferência pelo canal digital.

Desse modo, investir em anúncios no Facebook (sua própria página, grupos e Marketplace) ou, até mesmo, no Instagram são ótimas opções para aqueles que estão começando. Caso você disponha um pouco mais de recursos, pode optar por fazer as vendas por um site, o que agiliza o processo e ainda oferece ao cliente uma melhor experiência.

Venha fazer parte do nosso grupo no Facebook e troque experiências com os colegas importadores: a união faz a força!

Além disso, por meio de um e-commerce, você pode fazer uma série de ações que aumentem as vendas, como cross-selling, e-mails de produtos deixados no carrinho etc. De quebra, ajuda a fixar a marca na cabeça dos compradores, facilitando o reconhecimento e o marketing boca a boca. Portanto, não espere para começar!

Verifique a qualidade dos produtos

Antes de fazer as compras, é de suma importância que você verifique com cautela a qualidade dos produtos comprados. Uma vez que você oferece produtos não tão bons, é possível que clientes façam um marketing boca a boca negativo de sua loja, prejudicando sua imagem e influenciando possíveis clientes a não comprarem mais.

Portanto, faça pesquisas de fornecedores e não opte somente pelo preço mais baixo. Algumas lojas têm preços um pouco mais elevados, mas que garantem a qualidade do produto e, consequentemente, maior satisfação de seus consumidores.

>> Leia mais: Os 10 melhores sites para comprar nos EUA <<

Uma ótima forma de realizar testes é fazendo compras em pequenas quantidades, a fim de verificar quais sites oferecem entregas mais rápidas, produtos mais fiéis às descrições etc. Em um primeiro momento, você terá que comprar em diferentes lojas. Porém, após ter um veredito, será muito mais fácil e intuitivo para as os próximos pedidos.

É importante não encarar essas primeiras compras como um custo desnecessário, mas, sim, como investimento na qualidade dos produtos oferecidos aos seus futuros clientes. Garantir uma boa experiência de compra e fornecedores de confiança é essencial para qualquer negócio que almeje o sucesso diante de um mercado altamente competitivo.

É vantajoso importar produtos para revenda

Conheça os melhores produtos importados para revenda

A lista de opções de mercadoria para importar e vender no Brasil é bem extensa, pois existem produtos para todos os gostos, idades, estilos, preferências e orçamentos. É possível importar desde uma chupeta com formato ultramoderno que não interfere na formação dos dentes do neném, até um computador de última geração.

Para poupá-lo de realizar uma pesquisa extensa visando descobrir o que é tendência dentro do mercado, fizemos uma lista com alguns dos produtos importados para revender que mais fazem sucesso entre os brasileiros. Confira a seguir!

Compre online em lojas dos Estados Unidos e receba em sua casa.

1. Roupas de marca

Roupas de marcas famosas são os tipos de produtos importados mais populares por aqui, uma vez que existe uma série de grifes conhecidas que lançam peças e coleções exclusivas apenas no exterior. Como muitas delas são conhecidas no Brasil, a demanda por esse tipo de produto é muito grande. Nomes como Tommy Hilfiger, Lacoste, Hollister, Aeropostale, Ralph Lauren e Oakley são alguns dos queridos entre o público local.

Contudo, é importante garantir que as peças sejam de qualidade e de uma fonte confiável. Isso porque a criação de um público fiel virá, sobretudo, da qualidade oferecida aos clientes.

Leia mais:

> Passo a passo para importar roupas dos EUA

> Como ter sucesso em uma loja virtual de roupas importadas

2. Calçados femininos

Outra categoria de produtos importados muito lucrativa é a dos sapatos femininos, que também têm grande demanda por aqui.

A margem de lucro costuma ser alta, uma vez que o investimento para comprar esses produtos é baixo — especialmente se o empreendedor estiver importando dos EUA. Entretanto, o barato não pode sair caro: assim como as roupas, é preciso que os sapatos possuam qualidade.

A melhor maneira de escolher quais calçados femininos vender é realizando uma boa pesquisa. Você pode conversar com parentes e amigos para conhecer e entender as tendências do mercado. É importante, também, certificar-se de que a numeração dos calçados importados esteja correta.

3. Maquiagem e produtos de beleza

maquiagem importada para revender

O Brasil é o terceiro país que mais consome esses itens no mundo. Essa informação por si só já justifica o investimento em maquiagem e cosméticos importados.

Como você pode perceber, a demanda por esse tipo de produto é grande e o empreendedor poderá vender seus artigos tanto online, em uma loja virtual nas redes sociais, quanto fisicamente, para profissionais, salões de beleza e consumidores finais. Outro dado importante é que esses produtos, geralmente, apresentam um valor de investimento baixo — principalmente se forem comprados em grandes quantidades.

Existem diversas marcas e produtos que, infelizmente, se limitam a vender fora do Brasil. Para as amantes de maquiagem isso se torna um enorme empecilho, já que não é todo mundo que tem condições de viajar para comprar aquele produto tão desejado. Por isso, essa é uma excelente opção de investimento e que, certamente, trará retorno muito positivo.

> Leia mais: Top 5: as melhores lojas para comprar maquiagem nos EUA.

4. Acessórios femininos

Além dos produtos de beleza e de maquiagem, os acessórios femininos também podem (e devem!) ser importados e adicionados ao seu portfólio. Itens como folheados, bolsas, cintos, pulseiras, colares e acessórios da moda são muito baratos em sites internacionais. A sua margem de lucro será enorme, principalmente se esses acessórios forem importados da China.

Contudo, para que as vendas sejam bem-sucedidas, é preciso estar sempre por dentro das principais tendências. Ter uma consultora de moda nesse momento será essencial para importar os produtos certos e não ficar com mercadoria parada.

Sendo assim, se você optar por importar da China, é preciso levar em consideração o tempo que leva para a mercadoria chegar. Portanto, é essencial se antecipar quanto as tendências para que, ao receber a encomenda, os produtos ainda estejam em alta e consigam ser facilmente vendidos.

5. Eletrônicos

Essa área engloba diversos itens de várias categorias — como tablets, pendrives, HD’s externos e acessórios inteligentes, como os smartwatches e smartbrands — que podem ser importados com facilidade.

Alguns deles, inclusive, podem ser comprados por um valor muito baixo, sendo que o investimento continua valendo a pena mesmo que os eletrônicos sejam taxados. Para que o empreendimento seja justificado, no entanto, será preciso fazer uma avaliação prévia sobre os itens que, certamente, terão saída.

Outra opção é trabalhar com encomendas, ou seja, o cliente diz o que quer adquirir e só então você encomenda a mercadoria. Dessa forma, a venda é garantida e você não corre risco de ficar com estoque parado.

Atualmente, um dos produtos eletrônicos que está trazendo maior retorno financeiro para nossos clientes importadores são os SSDs — peças de computador que substituem o HD e aceleram bastante o processamento de dados.

Esse produto tem um alto valor de revenda, além de ser super leve — o que não encarece os fretes internacionais —, e ainda é pequeno, o que diminui a chance de ser taxado na alfândega.

Por isso, nós fizemos um vídeo que mostra a estratégia completa de importação e revenda desse produto.

Esse vídeo revela todos os segredos: desde a melhor loja para comprar seus SSDs, até dicas de quantas unidades comprar por vez para fazer melhor aproveitamento do seu frete — sem ser taxado —, e como fazer para receber suas compras no Brasil.

Você gostaria de assistir a esse super guia de importação de SSDs? Ok… a gente libera para você, mas com uma condição: basta curtir a nossa página no Facebook! Clique no botão a seguir, e o vídeo vai aparecer logo abaixo:

> Leia mais: Descubra o que fazer para importar eletrônicos dos EUA.

6. Óculos de sol

O brasileiro ama esses acessórios. É só dar um passeio nas ruas ou nas redes sociais para comprovar! Como vivemos em um país tropical, eles são ótimos produtos importados para revender.

É possível encontrar diversos modelos de óculos de sol femininos e masculinos para importar por um preço bem bacana. As margens de lucro podem ser de até 100% sobre o item vendido, dependendo do fornecedor. Para aumentar as vendas, uma ideia interessante é mirar no público que mora no litoral. A venda é certa!

Contudo, fique atento à qualidade do produto e proteção UVA e UVB (raios ultravioletas), já que uma má escolha pode prejudicar a saúde do consumidor.

óculos de sol é um dos melhores produtos importados para revender

7. Perfumes de luxo

Você provavelmente conhece uma ou mais pessoas que vendem produtos de perfumaria por meio de revistas em sua vizinhança, não é mesmo? Como é fácil perceber, o mercado desse segmento é muito grande por aqui.

Já mencionamos também que Brasil é um país que consome bastantes itens cosméticos. Sendo assim, marcas como 212, Calvin Klein e Dolce & Gabbana vendem muito fácil. Além disso, os preços dos perfumes de luxo são muito mais baratos no exterior. Como a demanda é alta, certamente vale a pena investir nesses produtos para importar.

Uma importante dica é investir nos perfumes mais clássicos que apresentam melhor saída e sempre estão em alta.

8. Bonés

Adorados sobretudo pelo público masculino, eles também possuem uma grande demanda no nosso país. Existem modelos dos mais variados, desde marcas famosas até edições em homenagem a super-heróis, personagens de desenhos animados, filmes, entre outros.

Um boné no mercado internacional custa, em média, cinco vezes menos que aqui. Como esse acessório é muito popular e apreciado por diferentes tribos, investir nesse produto é garantia de lucro — principalmente se você tiver contato com um público mais jovem.

9. Acessórios para celulares

O número de usuários de smartphone no Brasil já é enorme. Com um mercado crescente, a busca por acessórios para celulares — especialmente os mais modernos — não para de crescer. Dessa forma, investir em produtos que incrementem esse eletrônico é garantia de sucesso!

Como é possível encontrar peças por preços muito baratos, oferecidos por revendedores internacionais, as margens de lucro são enormes. Depois das roupas de marca, trata-se de um dos melhores produtos para trabalhar! Podemos citar como acessórios capas de celular, fones, películas e carregadores.

10. Brinquedos

Alguns desses itens precisam de autorização do INMETRO. Então, é preciso verificar com esse órgão quais são as condições para a importação. Mesmo assim, existem muitos artigos que podem ser trazidos, tranquilamente, e que rendem bom lucro.

O diferencial, além do preço, é a qualidade dos materiais e a variedade de produtos — o que não é encontrado no Brasil — como brinquedos exclusivos de certos países ou coleções raras. Apesar de serem mercadorias difíceis de serem comercializadas por aqui, elas podem ser adquiridas a preços razoáveis e revendidas por um valor vantajoso.

Muito se engana quem lembra apenas das crianças quando o assunto é brinquedo. Existem peças de colecionadores que são extremamente difíceis de achar e, consequentemente, pessoas dispostas a pagar valores altíssimos por essas raridades.

Como no Brasil esse mercado ainda não é muito valorizado, os amantes dos brinquedos acabam optando pela importação para verem suas coleções completas.

> Leia mais: Importação de brinquedos dos EUA: tire suas dúvidas aqui.

11. Relógios

Esses itens são muito requisitados, tanto por homens quanto mulheres, ainda mais quando os preços são bem abaixo dos praticados por aqui. Existem opções para todos os gostos e, geralmente, os clientes já sabem o modelo que desejam comprar, o que facilita a busca.

A lucratividade desses produtos, geralmente, é alta e, a depender do relógio, é possível faturar cerca de 1 ou 2 mil reais em apenas uma venda. Apesar disso, há uma diversidade de marcas mais em conta e com boa procura, vendidas por um valor menor, porém com um maior ganho na quantidade.

> Leia mais: Como importar relógios dos Estados Unidos.

12. Games

Atualmente, esse é um dos maiores mercados do mundo, que conta com milhões de fãs e rende muito dinheiro para os negociantes.

É possível vender tanto consoles como jogos originais, pois existe uma variedade enorme de títulos e plataformas que os suportam. Um jogo pode ser lançado apenas para um aparelho específico ou ser distribuídos para Xbox, PlayStation 4, Nintendo Wii ou PC, por exemplo. Seja qual for o meio, os jogos são muito requisitados.

A procura por esses produtos é alta no nosso país porque, mesmo com a pirataria, os jogos originais oferecem mais vantagens para os usuários, como poder jogar online. Além disso, muitos lançamentos demoram para chegar ao Brasil, e as pessoas não estão dispostas a esperar.

Contudo, com os preços praticados por aqui, esses jogos se tornam caros, então essa pode ser uma oportunidade de suprir essa demanda, oferecendo os games a um preço mais em conta e, ainda, ganhando um bom lucro.

> Leia mais: Conheça as 5 melhores lojas para comprar games nos EUA.

13. Acessórios para carros

Uma área bastante vantajosa também, pois alguns equipamentos e peças para automóveis importados podem ser muito caros no Brasil. Afinal, os lojistas terão que importar e precisam aumentar os preços para pagar suas contas. Existem, ainda, muitas peças usadas que não são encontradas por aqui, o que torna mais interessante suprir essa necessidade.

Assim, é possível vender, além de partes de reposição, alguns itens, como GPS, DVD, som, entre muitos outros. Eles podem ser comercializados com um preço mais acessível, o que trará vantagem competitiva para o seu negócio.

Porém, é preciso atenção à fiscalização, já que a maioria desses produtos são taxados na alfândega. Por isso, evite artigos muito caros e fretes mais rápidos, o que costuma chamar atenção. De qualquer maneira, mesmo pagando o imposto de importação, ainda é possível obter um bom lucro com a venda dessas peças.

14. Suplementos

Outro artigo que está na lista do mais requisitados, já que os preços cobrados no exterior, principalmente nos EUA, são bem mais em conta que no nosso país. Assim, muitos atletas desejam obter seus estoques em uma fonte mais barata.

O importante nesse tipo de importação é o peso dos produtos. Eles não devem vir em frascos grandes, pois aumentam bastante o valor do frete e isso se torna uma desvantagem para a venda. Então, se for optar por trazer suplementos dos EUA, escolha aqueles com embalagens menores e, assim, você conseguirá um bom faturamento.

15. Enxoval para neném

Quem tem criança recém nascida na família certamente conhece o drama para montar todo o enxoval. São diversas coisas que precisam ser adquiridas e os preços praticados aqui não são nada atrativos. Por isso, investir na importação de produtos para nenéns como roupas, banheiras, sapatos, acessórios etc., pode ser uma excelente forma de ganhar dinheiro.

Além dos itens básicos, tem também as babás eletrônicas, carrinhos de bebê, cadeirinhas, bombas para tirar leite, brinquedos educativos, bebê conforto, entre uma infinidade de produtos que chamam atenção dos novos pais.

16. Decoração

Outro mercado que apresenta muita procura, porém, trabalha com valores exorbitantes no Brasil é o de decoração. Qualquer peça que você vai comprar para sua casa, escritório ou para dar de presente acaba custando muito mais do que realmente vale. Em meio a esse cenário é que se encontra mais uma forma de ganhar dinheiro.

Seja quadros, esculturas, papéis de parede, vasos de plantas ou qualquer outro item de decoração, existem opções para todos os gostos e bolsos. Essas mercadorias podem ser importadas até mesmo da China, lhe dando a opção de trabalhar bastante em cima da taxa de lucro aplicada.

Respondendo a pergunta inicial: o que posso revender no Brasil?

Podemos dizer que investir em produtos importados para revender é uma das melhores opções para aumentar a renda ou iniciar um negócio aqui no Brasil. Ao escolher as mercadorias certas, observando sempre a qualidade e a procedência dos itens, o empreendedor certamente lucrará bastante com as vendas realizadas!

Agora que você já sabe tudo sobre importação de produtos para revender no Brasil, acha que já está na hora de investir no ramo? Entre em contato conosco agora mesmo para conhecer nossas soluções!